21 de nov de 2015

Ela é a alma do lar...

A liberação da mulher não é um movimento. É uma mentalidade. Deve ser a mentalidade que liberta a mulher, não apenas da opressão, mas também do medo de explorar sua sensibilidade e sua singularidade. A libertação começa quando você fica livre de si mesma e reconhece que a força da mulher é diferente, mas não inferior à força do homem. 
A força da mulher vem envolta em seda, mas não deixa de ser força.
Na juventude, ela se cobria de laços e babados.
Na idade adulta, mostrou com classe o seu perfil.
Na maturidade, era reservada e serenamente confiante.
Você a viu?
Lembra-se dela?
Ou será que desapareceu na noite, sem ser notada?
Alguém percebeu que estamos perdendo uma geração de mulheres que se transformou diante de nossos olhos em um substituto mutante, sintético, do que era antes?
É como se algo estranho estivesse arrebatando a essência das mulheres. Talvez o resultado de tanto sofrimento, tantas perguntas e tão poucas respostas é que nos deixou com grampos nas gavetas, meias na pia, mas nenhuma dama de pele macia e perfume suave para abraçar à noite...
Alguém já notou que o brilho está morrendo nos olhos dela?
Ninguém se importa que a alegria tenha desaparecido do seu sorriso?
Não é um crime contemplar a destruição do seu coração vivo e vibrante?
Ela é a alma do lar.
É o coração do casamento.
É a esperança dos filhos e o apoio de seu amado, seu marido, seu homem!

"Ela faz vestes de linho e as vende, e fornece cintos aos comerciantes. Reveste-se de força e dignidade; sorri diante do futuro. Fala com sabedoria e ensina com amor. Cuida dos negócios de sua casa e não dá lugar à preguiça. Seus filhos se levantam e a elogiam; seu marido também a elogia, dizendo: "Muitas mulheres são exemplares, mas você a todas supera." Provérbios 31:24-29



11 de nov de 2015

Essência...

Você foi criada para ser o que deveria ser se a vida não a tivesse endurecido.
Não permita que o inimigo roube a essência e leve embora a fragrância da sua rosa...
Sei que você estava cansada de ser ferida, mas não é também verdade que já cansou de se ocultar?
Não está desistindo de pôr de lado as coisas criativas que gostaria de fazer?
Não se cansou de esconder qualquer sinal de preocupação por trás dessa armadura de executiva de sucesso que você usa?
Parte da sua cura exige que você saia do esconderijo e se coloque na luz.
Fique de pé ao lado de Deus, que a criou como você é por uma razão....
Bom dia!


15 de out de 2015

Mulher excelente....

"Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede o de finas jóias."  Pv 31:10
O termo hebraico traduzido como virtuosa é chayil.
Algumas versões da Bíblia traduzem-no como EXCELÊNCIA, enquanto outras o definem como RESISTÊNCIA, HABILIDADE, EFICIÊNCIA e FORÇA.
Chayil é o nome que Deus dá à mulher que age corretamente. "Ela é Chayil", diz o escritor em Provérbio 31:10, cuja descrição se tornou a síntese da virtude cristã em forma feminina.
Esta mulher é uma estrela.
Uma mulher nota dez!
É simplesmente o máximo.
Melhor ainda, ela é chayil!
É cheia de força e sabedoria, tem o poder de um exército!
Ela é equilibrada! E eu creio que o equilíbrio é a coisa mais difícil de obter, mas o ingrediente mais necessário quando aspiramos ao sucesso. Ser equilibrada é ter e manter todos os elementos na proporção adequada. Todas as partes de sua vida, todos os aspectos da sua personalidade precisam ser plenamente desenvolvidos... Não deveria ser este um alvo para todas nós? e para os homens de Deus também...
A cada dia que passa tenho procurado ser uma mulher de excelência em tudo... estou trabalhando para isso, e, por isso, o equilíbrio tem sido o meu alvo também.
A excelência é uma ambição, não um sobrenome aristocrático. Trata do destino da mulher, não da sua origem. A excelência fala da sua autopercepção e dos padrões dos quais não se desviará!
A mulher excelente traça uma linha na areia e diz: "Nada menos que isto será aceito em minha vida daqui por diante!".
Ela sabe o que merece e trabalhará sem descanso para obtê-lo.
Não desanime se falhou ou recaiu no passado. A excelência não se baseia no desempenho passado. É um título dado a alguém que persistiu e superou as adversidades.
A mulher excelente está equipada com um mapa rodoviário marcado, e o seu destino já foi decidido. Essa mulher tem um plano de vida.
Não está vagando sem rumo e esperando ser encontrada por alguém.
Está no caminho que alguns chamam de estrada menos percorrida... e só os grandes viajarão por essa estrada!
Essa mulher sabe exatamente para onde quer ir.
Há algo de especial nela.
Alguns chamarão isso e arrogância, outros rirão às escondidas dizendo que ela se esqueceu de suas origens. Mas estão enganados. É a lembrança de onde esteve que lhe dá forças para levantar-se e continuar caminhando.
A mulher excelente é como um animal de raça, gracioso e forte, uma criatura de rara beleza.
É uma vencedora.
Um diamante que começou como carvão e se transformou em jóia...



15 de set de 2015

Amando a si mesma

O amor é para a vida o que o perfume é para a rosa.
É o tempero da vida, embelezando-a como as nuvens embelezam o céu.
O amor é realmente o elixir mágico da alma. 
Todos NECESSITAM de amor. 
Não há medicamento que possa comparar-se com os sentimentos intensos, apaixonados, que ardem quando o coração está amando.
É o amor que faz os sentidos aguçarem.
É o amor que que leva o coração a bombear mel para a alma e que tranquiliza a mente.
Sem o amor, a vida perde o gosto, e o sucesso é vazio.
Ele mantém vivo o homem doente e faz adoecer o indivíduo sadio.
É o amor que nos dá coragem, e é também o amor que nos torna medrosos,

Ele enfraquece os fortes e fortalece os frágeis.
Se dado aos que o merecem, é correspondido e frutífero. Mas quando investido em um oportunista vazio, pode criar um sofrimento que machuca a alma e aflige a mente.
Através dele, a pessoa comum pode parecer extraordinária.
Foi o amor que levou Cristo à morte, e ainda esse mesmo amor o fez ressurgir da sepultura.
Todos queremos sem dúvida experimentar o amor; mas: Amamos os outros, ou amamos a idéia de amar?
Jesus disse que devemos amar ao próximo como a nós mesmos.
Com qual intensidade você SE AMA?
Você busca ao seu redor o que deve encontrar dentro de si mesma?
Você consegue olhar-se no espelho e AMAR o que vê?
A maior das percepções humanas ocorre quando o coração pode olhar-se no espelho e SORRIR para a imagem refletida.
É a Graça que nos capacita a piscar para nós mesmas e apreciar nossos dons, pois a mente sadia pode saudar a si mesma.
Cante uma canção, dê um passeio e reflita sobre as suas realizações, você irá me entender, pois momentos tranquilos A SÓS permitem que examinemos até que ponto estamos comprometidos com o nosso sentimento de BEM-ESTAR e FIRMEZA.
Eu fiz isso. E mudei minha maneira de agir. Hoje ME AMO em primeiro lugar.
Não estou dizendo para você ser egoísta e egocêntrica, mas de seguir o que Jesus ensinou e ter um EQUILÍBRIO em sua vida. 
Ame-se a si mesma. Admire-se. Se dê VALOR
É preciso que as pessoas a ouçam cantar a sua própria canção. Devem ouvir o seu solo. Cante a melodia de sucesso e todos desejarão acompanhar essa música. AME-SE.
E não permita que os problemas alheios se tornem mais importantes do que os seus.
"Mestre, qual é o grande mandamento na lei? Respondeu-lhe Jesus: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento. Este é o primeiro mandamento, O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo." Mateus 22:36-39
Mas como podemos amar nosso próximo que está longe de nós se não aprendermos a amar a nós mesmas?
Pense nisso!
Bom dia!


11 de jun de 2015

Deus lhe compreende, e Ele vai lhe ajudar a passar por isso...

Depois que a esposa de C.S. Lewis faleceu, ele escreveu: “A ausência dela é como o céu, cobre tudo.”

Assim que você pensa que a fera da sua tristeza se foi, você passa por um restaurante onde vocês dois costumavam jantar, ou você escuta uma música que ela amava. E o gigante se mexe de novo. Você vê casais e sente saudades do seu cônjuge. Você vê pais com seus filhos e anseia ver de novo seu filho. O gigante provoca insônia, perda de apetite, até pensamentos suicidas.

A tristeza não é um distúrbio mental, mas, às vezes até parece que é. Jesus compreende. Ao lado do túmulo de seu querido amigo, “Jesus chorou”. E nas lágrimas dEle nós encontramos permissão para derramar as nossas. Salomão escreveu em Eclesiastes 7:3 “A tristeza é melhor do que o riso, porque o rosto triste melhora o coração.”

Vá em frente. Encare a sua tristeza. Permita-se chorar. Deus compreende, e Ele vai lhe ajudar a passar por isso.


6 de jun de 2015

Você é uma recompensa para alguém...

As lágrimas falam.
Aquilo pelo qual você chora é uma dica de algo para o que você foi criado e ordenado por Deus para curar. Compaixão é um sinalizador.
O que o deixa entristecido? Viúvas desoladas? Crianças abusadas e molestadas? Ignorância? Doença? Pobreza? Pornografia? Aborto? Analise com sinceridade. Seja honesto com você mesmo! Importar-se com as mazelas do próximo qualifica você como um instrumento de cura.
O que o faz chorar é uma dica de um problema que Deus o tem ungido para mudar, curar.
Veja Neemias. Seu coração estava triste pelos muros de Jerusalém terem sido derrubados. Ele não podia dormir à noite, não conseguia descansar. Neemias chorou por longas horas. Sentiu-se movido a escrever cartas, relacionar-se com oficiais e até mudar sua vida, para reconstruir muralhas.
Examine Esdras. Seu coração estava aflito por causa do templo de Jerusalém. Ele chorou e soluçou. Leu as Escrituras para as pessoas porque sabia que a presença de Deus era o único remédio para os feridos. Esdras reconheceu que os lugares importavam e que Deus honraria e recompensaria aqueles que santificavam um local de oração na cidade. Esses sentimentos eram indicadores do seu desígnio.
Você já chorou longas horas por causa de uma falência ou dívida? Pense nas famílias que não possuem recursos financeiros por causa do alcoolismo de um pai. Pense nas crianças que não podem ir à escola porque o dinheiro foi desperdiçado em álcool. Você chora quando vê crianças sem teto? O que o deixa mais entristecido? O que o deixa deprimido? O que o faz chorar? Preste atenção nisso. As lágrimas são dicas de onde Deus irá usá-lo.

Onde você se machuca mais é um sinal de onde você pode curar melhor. Lembre-se: o que o entristece indica algo que você está designado a curar!


30 de mai de 2015

Entregue suas emoções a Deus....

A história de Caim pode estar a milhares de quilômetros de onde você mora, mas a semente está lá.
Há muitas formas de assassinato.
Podemos matar alguém ao cortá-lo de nossa vida.
Nossas próprias palavras podem ser armas letais, deixando ferimentos mortais no coração e na alma de alguém.
Aprendi que quando você suprime uma emoção, é como se anestesiasse seu coração inteiro.
Então passei a levar minhas emoções a Deus.
Porque quando você joga algo para debaixo do tapete, isso vai reaparecer em algum lugar, às vezes nas circunstâncias mais difíceis...
Deu certo comigo, vai dar certo com você!




9 de mai de 2015

FÉ = Confiança absoluta

Então perguntou aos seus discípulos: “Por que vocês estão com tanto medo? Ainda não têm fé?”.
(Marcos: 4.40)

É muito complicado manter a fé nos momentos de dificuldade, mas esta pequena palavra tem o significado de “confiança absoluta em Deus”, é ter a crença de que, mesmos nestes momentos de muitos problemas, Ele continua trabalhando a favor daqueles que creem e, por conta disso, a esperança na Sua promessa permanecerá viva para sempre.
Eu escolho ter FÉ!
Bom dia!

28 de fev de 2015

Um desabafo: Não quero mais ser evangélico!

Para meditar:
ESTAR no caminho, conhecer a verdade e desfrutar a vida é relacionar-se intensamente com essa Pessoa: Jesus de Nazaré, o Cristo, o Filho do Deus vivo. 
Quero os dogmas que nascem desse encontro: uma leitura bíblica que nos faça ver Jesus Cristo e não uma leitura bibliólatra. 
Não quero a espiritualidade que se sustenta em prodígios, no mínimo discutíveis, e sim, a que se manifesta no caráter!
VALE A PENA OUVIR ESTE VÍDEO ATÉ O FINAL....

Não quero mais ser evangélico: Desabafo de Ariovaldo Ramos


22 de fev de 2015

Lídia, uma mulher de negócios e influente!

"Certa mulher, chamada Lidia, da cidade de Tiatira, vendedora de purpura, temente a Deus, nos escutava, o Senhor lhe abriu o coração para atender às coisas que Paulo dizia. Depois de ser batizada, ela e toda a sua casa nos(Paulo e Silas) rogou, dizendo: Se julgais que eu sou fiel ao Senhor, entrai em  minha casa e aí ficai. E nos contrangeu a isso." Atos 16:14-15

Este versículo saltou aos meus olhos enquanto meditava na Palavra hoje de manhã... Lídia era uma mulher empreendedora dos tempos de Jesus que, creio, não teria nenhuma dificuldade em viver nos tempos atuais ou modernos!
Seu negócio era vender púrpura... hoje podemos usar a tecnologia e criar muitas cores, reproduzir milhões de tonalidades diferentes, mas nem sempre foi assim. Durante séculos as cores não fizeram parte da investigação humana, por muito tempo os principais tecidos utilizados na confecção de roupas não eram coloridos, mas eram de origem animal, como lã de carneiro, pelo de cabra e o couro de diversos animais, ou de origem vegetal como o linho e mais recentemente o algodão. Com o passar do tempo foi-se aprendendo a fabricar diversos tipos de tintura e as roupas começaram a ganhar cor: o Carmim era extraído de insetos; o Rosa era tirado das romãs, o Amarelo vinha do Açafrão e o Púrpura (roxo) era extraído de um molusco comum no Mediterrâneo, o Murex.
Lídia era uma vendedora do ramo de confecções, ela negociava com produtos finos.
Lídia era uma comerciante. Ela era natural da cidade de Tiatira, que era um importante centro manufatureiro: tintura, confecções, cerâmica e trabalhos em bronze faziam parte da sua pauta de exportações. Lídia poderia ser uma espécie de representante comercial, em Filipo, dos produtores de Tiatira.
Os tecidos tingidos que Lídia vendia eram bastante caros, coisa fina, comprados apenas pela elite política e militar de Filipos. Por isso não é difícil imaginar que ela era uma mulher bem relacionada na alta sociedade filipense. Quem sabe uma espécie de Daslu, aquela loja chique d São Paulo!
No texto, ela coloca sua casa à disposição de Paulo, Silas, Lucas e outros que talvez estivessem com eles. Não era uma casa pequena. E, para mantê-la, Lídia deveria contar com alguns empregados. Por isso é razoável concluir que Lídia provavelmente gozava de excelente situação financeira. Além disso, os tecidos de púrpura eram caríssimos e os lucros deveriam ser muito bons!
Lídia era uma mulher independente. Tinha seu próprio negócio e aparentemente não precisa prestar contas a ninguém. Ela convidou Paulo para hospedar-se em sua casa sem ter a necessidade de consultar qualquer outra pessoa. Pode ser que Lídia fosse solteira ou mesmo uma viúva.
Lídia era uma mulher temente a Deus. Essa expressão não tinha o mesmo significado que tem hoje. Lídia não era judia nem cristã. Ela não era uma mulher com um profundo relacionamento com Deus. Na verdade a expressão “temente a Deus” servia para identificar aquelas pessoas que tinham simpatia pelo Judaísmo, mas que ainda não se haviam convertido àquela religião. Como simpatizante, Lídia deveria ter ouvido algo sobre o Messias e escutado alguma coisa sobre as promessas do Deus criador de todas as coisas.
Quantas Lídias temos hoje? Quantas mulheres gostariam de ser essa Lídia: empresária, bem sucedida, bons relacionamentos na alta sociedade, vestida de púrpura, independente e temente a Deus?
O que fazia a empresária do ramo de confecções, em pleno sábado, sentada na beira do rio junto com outras mulheres?
Porque ela não estava conferindo as vendas da semana e verificando os pagamentos da semana seguinte?
Porque ela não estava negociando melhores preços com os mercadores que chegaram de Tiatira? Porque ela não estava em um chá beneficente promovido pela esposa de um militar romano, onde poderia conquistar outros clientes? Por um motivo simples: é saudável, é necessário trabalhar, mas a vida NÃO É SÓ TRABALHO. Lídia parou os negócios para orar.
Há mulheres com grande capacidade de trabalho, talvez Lídia fosse assim, talvez você seja assim. Inúmeras atividades ao mesmo tempo: compra mercadorias, vende seus produtos e serviços, arruma a casa, orienta os funcionários, vai ao banco, conversa com os filhos, apoia o marido, vai ao supermercado, sorri para o cliente, aconselha a amiga, negocia com o fornecedor, dá um jeito no cabelo, escolhe a carne da semana, pechincha o preço, acerta um prazo. Você precisa PARAR!
A vida não é só trabalho! Era sábado e Lídia parou os negócios para orar e conversar sobre Deus. Quando é que você para? Ou você acha que não precisa? Ou você pensa que não dá? É muito bom realizar-se profissionalmente, dá muito prazer ser reconhecida por aquilo que se faz, mas a vida não é só trabalho.
É preciso parar para tocar a família. Não é só alimentar, vestir e dar conselho, mas abraçar, beijar, ficar junto, sorrir junto. Quando é que você para pra estar em família?
É preciso parar para ver a si mesma. Olhar-se no espelho, olhar pra dentro de si, sentir suas dores e alegrias,enxergar para onde se está caminhando e quem realmente somos. Quando é que você para pra ver a si mesma?
E mais que tudo é preciso parar pra ficar junto de Deus. Colocar uma trava na vida que nos permita contemplar o que há de mais importante: a presença do Deus eterno. Essa era a ideia do Shabat, do descanso: Parar e contemplar a Deus em oração e reflexão. Você tem que parar, senão a jornada vai ficar cada vez mais difícil e cansativa.
Outra coisa: Lídia foi sensível à Palavra de Deus. Ela gostava de ouvir sobre Deus. Quando Paulo se aproximou e começou a falar sobre o evangelho de Jesus, ela prontamente quis saber do que se tratava. Talvez ela já tinha ouvido falar sobre o Deus Iavé e sobre os feitos tremendos que o povo de Israel vivera no passado, mas Jesus ela não conhecia.
Então, seu coração sensível às coisas eternas, foi aberto pelo Senhor para atender às coisas que Paulo dizia. Depois de parar e orar, a comerciante de Tiatira agora está prestando atenção. Deus abriu seu coração, lhe fez sensível. Ela decidiu ocupar sua mente em compreender o evangelho de Jesus, optou por aplicar-se a tudo que Paulo lhe falava e por fim aderiu à mensagem salvadora de Jesus!
Em que você ocupa sua mente?
Em que você tem investido sua energia e emoções?
A vida é muito breve e muitas vezes consumimos nossos dias com frivolidades e banalidades; outras vezes, obcecados pela perfeição, ocupamos a mente com detalhes bobos e sem importância; outras vezes ainda aplicamos nossa vida em coisas, e não em pessoas. As coisas são fulgazes, pessoas são eternas.
Lídia descobriu que há algo maior e melhor do que tudo: conhecer ao Senhor Jesus e viver para ele. Não é abandonar a vida, mas viver a vida para o louvor de Deus, do jeito que se alegra e que é o melhor para nós. Se Deus lhe tornou sensível ao evangelho, abra seu coração para atender ao que a Palavra lhe diz.
Em seu negócio, Lídia era acostumada a tomar decisões, a solucionar problemas. Não é demais dizer que ela gostava de fazer parte das soluções. Depois de ser batizada e conduzir sua família ao batismo, Lídia colocou sua casa à disposição para hospedar Paulo e os demais irmãos. Ela viu a necessidade e decidiu ser parte da solução.
Qual é a sua reação diante dos problemas e necessidades com as quais você se depara?
Há pessoas que simplesmente tentam encontrar culpados que não sejam elas mesmas. No lugar de Lídia, essas pessoas diriam: “O problema é que a igreja de Antioquia foi irresponsável. Enviou Paulo e os outros sem os recursos necessários e agora eles estão por aqui sem poder nem dormir em um bom hotel”.
Há pessoas que diminuem os problemas para não ter que se envolver com eles. No lugar de Lídia, eles diriam: “Olha, eu não vou nem perguntar se Paulo tem onde ficar, com certeza ele vai ficar em um bom hotel. Paulo é gente boa e um cara desenrolado, ele vai resolver essa questão fácil, fácil”.
Outras pessoas parecem ter a satisfação quando problemas fazem outros sofrerem. Eles talvez falassem o seguinte: “Missionário é assim mesmo! O sujeito tem que penar! Ele não resolveu sair pelo mundo afora pregando, agora tem que aguentar né?”
Com Lídia foi diferente. Lucas diz o seguinte: “Ela foi batizada com toda a família, e nos pediu que ficássemos como seus hóspedes. ‘Se os senhores concordam que sou fiel ao Senhor’, disse ela, ‘venham ficar em minha casa’. E ela insistiu até que fomos.”
O que você diria para aquele pregador itinerante?
Lídia era uma comerciante bem sucedida em seus negócios, Ela vai prosperado financeiramente, era respeitada na sociedade, andava sempre bem vestida e tinha amigos influentes. E agora, era guiada por Deus. Precisa mais?
Quando ela ouviu Paulo falar sobre Jesus o filho de Deus, Aquele cujo amor por nós foi maior que o amor por sua própria vida, Lídia entregou-se por inteira e tornou-se a primeira pessoa da Europa, que se tem registro, a aceitar a salvação através de Cristo Jesus!
Se você ainda não entregou sua vida a Jesus, eu quero te dar a oportunidade de dizer publicamente: assim como fez Lídia, eu aceito a Jesus como meu Senhor e Salvador, aceito que Ele tome a direção em tudo!
Lídia gostava das cores, ela vendia tecidos coloridos, mas descobriu que em Jesus, as cores ganham vida e a vida passa a ter sentido!



27 de jan de 2015

Sim, a fé é difícil, mas nossa fé agrada a Deus...

Ontem li uma matéria na net que me fez refletir:
“A cidade de Bruxelas é conhecida por suas rendas delicadas. Nas famosas lojinhas de renda há espaços fixos dedicados a fiar as mais delicadas e finas peças. Estes espaços são, em geral, escuros, exceto pela luz de uma pequena janela, que cai diretamente sobre a peça. Apenas um fiadeiro se senta no quarto vazio, em um lugar onde o estreito faixo de luz cai sobre os fios da tecelagem. A renda é sempre mais delicada e um tecido mais bonito quando o que trabalha com ela está no escuro, e a pouca luz recai apenas em sua peça.”
Enquanto Deus tece Sua estampa no pano de nossas vidas, algumas vezes nós nos sentamos no “quarto escuro”. A escuridão parece sufocante. Não conseguimos entender o que Deus faz lá e o que há de bom na escuridão. Ainda assim, se colocarmos o foco em nosso fiel Tecelão, descobriremos algum dia que as obras mais delicadas de nossas vidas foram feitas naqueles dias de escuridão.
Ao olhar para o que se passou em minha vida, meus momentos de maior intimidade com Ele vieram da escuridão. As lições que Ele colocou em meu coração quando pairavam nuvens negras no ar são as únicas que acalmaram meu coração.
Sim, a fé é difícil, mas nossa fé agrada a Deus (Hebreus 11:6)e não caminhamos sozinhos.
Nosso sábio, soberano e amável Senhor caminha conosco!
Onde Deus pediu que você caminhasse “pela fé”?
Ele pediu a você para confiar nEle com uma doença, um filho, uma crise financeira, um marido ou a falta de um marido?
Você confia em Deus e em Sua palavra ou confia apenas no que pode ver?
Onde estão seus olhos?
Suas respostas determinarão se você tem um coração ansioso ou se você tem um coração em paz!

“Pai, estou tão fraca. Quero confiar em Ti, mas é tão difícil caminhar “pela fé” quando eu não consigo ver o que Tu estás fazendo. Tu És a minha rocha firme. Eu desejo apenas a Ti. Quero crer em Ti para o que não entendo, para o que não vejo e para o que não faz sentido. Dê-me força através do Teu Santo Espírito para prosseguir em fé. Que eu possa ser alguém que agrade a Ti por caminhar pela fé.”

20 de jan de 2015

Toda aquela noite...

Eu sempre me considerei uma Mulher de Fé, mas, nos últimos dias tenho visto que preciso de muitooo mais fé! 
Caminhar na fé é difícil porque devemos crer no que não podemos ver. 
E isso significa que, muitas vezes, temos de andar em caminhos escuros: dar um passo de cada vez, em um caminho escuro!
Mas como é difícil andar na escuridão!
E o meu problema é que eu prefiro luz às trevas. 

E, pensando nisso, eu entendo que se eu conseguir VER o que Deus está fazendo , então eu não preciso da fé.
Mas eu ainda quero ver. 

Acho que todos nós temos este problema: Dizemos que queremos mais fé, mas o que realmente queremos é visão. A visão diz “eu vejo o que é bom para mim, então Deus deve ter enviado isto”, mas a fé diz “Deus enviou isto, então deve ser bom para mim”

Então creio que fé é caminhar na escuridão com Deus, segurando em Sua mão.


É, Deus não nos deixa imune aos problemas, Ele diz “Estarei contigo no problema”


Em Êxodo vemos os filhos de Israel acampados à margem do Mar Vermelho. Era noite, e tudo estava negro, exceto pela coluna de fogo que Ele tinha colocado entre Seu povo e os egípcios.
Você pode imaginar o medo deles? 

As ameaças gritantes do inimigo rompendo a escuridão. O que eles poderiam fazer quando amanhecesse? Cada mãe abraçou seu filho no peito com medo de aquela ser a última noite deles...
Quem poderia imaginar o milagre que esperava por eles?


Escondida na passagem está uma pequena frase “O SENHOR fez retirar o mar por um forte vento oriental toda aquela noite.” (Ex 14:21)


Enquanto os israelitas tremiam, o milagre acontecia “por toda aquela noite”!
Por estar de noite eles não puderam ver o que o vento oriental de Deus estava realizando em favor deles. Deus dividiu o Mar Vermelho, e eles caminharam em terra seca rumo à liberdade!


Sabe?
Talvez sua vida esteja cheia de escuridão e você não consiga ver nada.


Ainda assim, Deus está operando, assim como operou “toda aquela noite” para os israelitas. O dia seguinte apenas manifestou o que Deus havia feito durante a noite.


Não esqueça minha amiga, que Deus opera durante a noite em sua vida também!

Pense nisso!

18 de jan de 2015

Pela fé, eu escolho...

Bom dia.
Vamos usar nossa imaginação para falar de FÉ.
Imagine uma ponte sobre as Cataratas do Iguaçu: esta ponte representa a fé.
Na ponte há um trem com uma locomotiva, um vagão carvoeiro e um vagão de passageiros.
A locomotiva representa a realidade da Palavra de Deus, o vagão carvoeiro é a nossa fé, e o vagão de passageiros são os nossos SENTIMENTOS.
Seria perda de tempo tentar arrastar o trem pelo vagão dos passageiros: do mesmo modo não dependemos dos nossos sentimentos; depositamos nossa fé na confiança do caráter de Deus e nas promessas de Sua Palavra.
Quando eu leio: "O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras jamais passarão" e "a palavra do Senhor permanece para sempre", eu percebo que tudo em minha vida pode mudar, mas a Palavra de Deus se mantém constante! Posso viver minha vida pela fé, de acordo com Sua Palavra.

Meus sentimentos são fortes, MAS...:
. A Palavra de Deus é mais fiel do que qualquer sentimento;
. A Palavra de Deus é mais fiel do que qualquer experiência;
. A Palavra de Deus é mais fiel do que qualquer circunstância  que eu venha encarar.

Então, como eu deposito a minha fé na verdade da Palavra de Deus e na caminhada pela fé?
A Palavra de Deus diz "Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que O amam, dos que foram chamados de acordo com o Seu propósito." Romanos 8:28

Hoje, pela fé eu escolho colocar o carvão dentro da locomotiva , e não puxar o trem pelo vagão dos passageiros!

Se você se sente como eu, ore comigo:


"Deus, Tu sabes que meus sentimentos estão desordenados; eles gritam e clamam que esta situação é terrível e que não há esperança. Deus, espero em Ti. Não consigo ver o que Tu estás fazendo, mas confio que Tu estás desenvolvendo esta situação para o bem. Eu te agradeço por me prometer usá-la para me fazer mais semelhante a Cristo. é isto o que eu quero... eu apenas não me sinto bem HOJE. Fortaleça-me a focar meus olhos em Ti e não no que eu posso ver."


16 de jan de 2015

Espalhe sementes boas....

“Semeai para vós em justiça, ceifai segundo a misericórdia; lavrai o campo de lavoura” Oséias 10.12.

Quer ver um milagre?
Plante uma palavra de amor profundo na vida de uma pessoa.
Cultive-a com um sorriso e uma oração, e veja o que acontece.


Um empregado obtém um elogio.
Uma esposa recebe um buquê.
Um bolo é assado e levado ao vizinho.
Uma viúva é abraçada.
Um frentista do posto de gasolina é honrado.
Um líder é aplaudido.


Espalhar sementes de paz é como semear feijão: você não sabe por que funciona; sabe apenas que funciona.
Sementes são plantadas, e camadas de solo magoado são removidas.

Não esqueça o princípio. Nunca subestime o poder de uma semente.


14 de jan de 2015

Quais os resultados que você quer ter?

"Pensamentos geram sentimentos, sentimentos geram ações, ações geram resultados. "
T. Harv Eker

Como de costume acordei cedo e fui caminhar na praia.
Choveu à noite, então aquele calor ‘abafado’ passou, e uma brisa suave agitava as ondas do mar. ‘Este dia vai ser muito bom’, pensei.
Imediatamente comecei a programar meu dia, como um filme em minha mente ‘vendo’ o dia abençoado que terei. Isso gerou excelentes sentimentos em minha alma, uma energia começou a correr comigo enquanto meus pés tocavam a areia dura na minha corrida matinal, e um prazer enorme, uma alegria de viver se apoderou do meu ser e meu coração extremamente grato a Deus por estar aqui, agitou-se no meu peito e eu sorri, diminuindo o ritmo....
Como é bommmm ter bons pensamentos!
Tudo começa na nossa mente, por isso que Paulo nos aconselhou “não se conformem com este mundo, mas transformai-o pela renovação de sua mente”... uma mente renovada começa com o que você coloca nela.... é uma decisão, escolha sua e minha... vale muito a pena ter pensamentos bons, entregar suas ansiedades nãos Mãos mais poderosas do Universo, e ter sentimentos gerados a partir daí que nos levarão a AGIR, e consequentemente ter resultados!

Que resultados você quer ter?

Quais frutos quer colher?

Comece hoje mudando seus pensamentos, sua maneira de encarar a vida e as adversidades!
Veja estas situações difíceis como DESAFIADORAS e sinta a energia que Deus te fará sentir, sentimentos que te impulsionarão a agir e colher bons frutos, resultados extraordinários!

Pense nisso!

Bom dia!