26 de set de 2008

Filho do Reino?

Nessa madrugada li Marcos 8:22-26: Jesus cura um cego cuspindo-lhe nos olhos, na aldeia de Betsaida.
Jesus sempre teve uma forma peculiar e até muitas vezes extravagante para realizar os seus intentos. Ele quebrou com muitos dos preceitos religiosos e cerimoniais na sua época.
Mas os cristãos continuam ainda hoje com muitos paradigmas, rituais, tradições e idéias preconcebidas sobre a maneira como Deus pode e tem que agir. E isso muitas vezes, impede e até bloqueia, a manifestação real do poder de Deus. Tantas vezes alguns líderes religiosos tentam limitar Deus ou então encaixar os cristãos num padrão ritualista e denominacional. Quantas vezes esforçamo-nos por erigir aquilo que Jesus desmantelou há mais de dois mil anos.
A síndrome do gueto fechado da “aldeia da roupa branca”.
A mentalidade de que, os cristãos são melhores do que os não-cristãos. Ou então o conceito errado que, Deus ama mais uns que outros, etc.…
Duas coisas chamaram minha atenção aqui.

Primeiro: Jesus prestou atenção a um só homem. E cego. Deu a ele do Seu tempo. Levou-o para fora daquela aldeia. Movimentou-o. Conduziu-o para além do que aparentemente lhe tirava a visão: a aldeia, a causa provável da sua cegueira. O seu discernimento estava amarrado. Interessante que, depois de curá-lo, Jesus disse ao cego para não retornar à aldeia.
Mas isso é papo para outro post, rs.
O que é certo é que nascemos todos espiritualmente cegos e Deus deseja dar-nos visão espiritual. Deus quer curar a nossa vil e obstinada cegueira.

Segundo e o motivo desse post hoje: Existem pessoas que são filhos de uma estrutura: se importam com a parede, com painéis, cadeiras... isso é importante, mas não fundamental.... se tirar um banco e trocar por poltrona, elas reclamam, porque gostavam mais daquele banco, rs..... para elas, as coisas tem mais valor que as vidas...
Mas quando você é do Reino, as vidas passam ter mais valor do que as coisas.
Após Jesus ‘untar’ os olhos do cego com cuspe e lama, mandou-o ir ao poço lavá-los, e quando o rapaz voltou ele disse que estava vendo gente como árvore, e Jesus viu que ele tava vendo errado, e impôs novamente as mãos sobre ele e ele viu direito.
Sabe??
O que Jesus quer que a gente veja é coisa como coisa e gente como gente.!!
Não podemos confundir coisas com pessoas, ou pessoas com coisas.
Por isso precisamos a cura na visão.
Muito mais que termos uma cura nas vistas, nos olhos, eu e você precisamos ter uma cura na visão. Não podemos ter deficiência na visão!
Deus quer que a gente tenha uma visão muito, mas muitttooo ampliada!!
Jesus não quer ninguém andando com Ele com visão distorcida!
O foco da visão tem que estar correto.
E lendo essa passagem nessa madrugada, me perguntei e agora pergunto a você:
'Qual o valor que você está dando as pessoas que estão ao seu lado? Quanto vale cada uma delas?'
Quando Jesus curou, Ele deu àquele homem a possibilidade de ter uma visão diferente.
Às vezes temos uma visão das coisas, e somos filhos de uma estrutura.
Mas o Reino de Deus esta além das estruturas, além da religião, além das paredes da igreja.
Jesus andava com o povo, ministrava ao povo, curando, sarando, e dando alternativas de vida ao povo e anunciando que é chegado o Reino de Deus.
Quando o Reino chega as coisas tem um peso mtoooooooo menor do que o das pessoas.
O Reino de Deus é para valorizar as pessoas muito mais que as coisas.
Nossa visão tem que estar focada em vidas.
Jesus não veio morrer pelo templo, nem por pedras, mas por vidas.
Jesus chorou pelas pessoas, pelas vidas. Não pela Jerusalém física.
E é por essas vidas que temos que chorar, pagar preço.
Tem pessoas que são marcadas pela estrutura: os filhos de Roma são marcados pela estrutura.
Mas nós temos que ser marcados por Jesus, termos o SELO do Espírito Santo bem visível, pra que todos vejam, 'estampado na cara', independente das circunstâncias!!
Nesta sexta feira, deixo pra você a seguinte pergunta, e que ela fique "martelando" em sua mente, enquanto há tempo:
De quem você é filho?
Você é filho da estrutura ou do Reino?

Deus te abençoe

11 de set de 2008

para minhas amadas AMIGAS!!!

Bom dia!
Deus tem ministrado tantas coisas em meu coração aqui neste país, que não tem como não 'perceber' o Seu propósito em me trazer para cá!
E sou grata ao Senhor por centenas de coisas, mas hoje quero deixar resgistrado aqui o meu louvor ao Senhor pelas minhas amigas!
A Bíblia diz "há um amigo mais chegado que um irmão" e eu tenho vivido isso!
Tenho tido amigas tão especiais, que são para mim como irmãs, as quais amo com todo meu coração, as quais cubro de oração, pelas quais tenho intercedido ao Pai continuamente... amigas que têm sido uma grande bênção em minha vida!
Orar a Deus agradecendo pela vida de cada uma delas, fez o Espírito Santo ministrar em meu coração a respeito da amizade e da aliança que houve entre Davi e Jônatas.

Quando Davi estava sendo perseguido pelo invejoso e irracional rei Saul, ele tinha um amigo que correu grande perigo para ficar com ele.
Jônatas, o próprio filho de Saul, fez um juramento de lealdade a Davi, e o alertou da intenção de seu pai de matá-lo (I Sm 20:31-42).
Mais tarde, quando Saul perseguiu Davi no deserto,, Jônatas "foi falar com Davi em Horesa, e o ajudou a encontrar forças em Deus" (23:16).
Coisa mais linda!!
QUANTO poder há numa verdadeira amizade!
Que presente nós estamos dando, ao permanecermos ao lado de um amigo em necessidade!
Há um incrível ânimo e poder quando duas pessoas são aliadas por toda a vida!
Li certa vez uma frase que tocou muiiitttto forte em meu coração e que quero deixar para todas vocês minhas amigas:

"Para os matemátcos, quatro pode significar duas vezes dois.
Mas dois não são duas vezes um; dois são duas mil vezes um!"

Amo cada uma de vocês e oro a Deus que as guarde, as proteja e satisfaça todos os desejos do coração de cada uma de vocês!

* em especial para Carina, Danielle, Paula (pastora), Sandra G., Marcia Mamanunes, Ade, Day, Fernanda, Marlene (Maravilha)...

3 de set de 2008

Planos nobres

Boa Noite!
Estava hoje de manhã caminhando aqui na Florida e pensando nas voltas que o mundo dá... sim, porque há um tempinho atrás eu jamais imaginaria que hoje estaria aqui nesse país que, aos poucos, estou aprendendo a amar...
Sim, eu sei que para muitos isso é um 'sonho de consumo'... para outros um sonho realizado... mas para mim não.
Vir para os EUA nunca foi um sonho, nem mesmo desejo do coração.
Não estou desprezando a América, de jeito nenhum.
Somente estou contando aos meus amigos que nunca passou pela minha cabeça estar aqui neste país.
Mas.... Deus para cá me trouxe, e aqui estou, rs.
Essa viagem foi um presente do Senhor para mim e Ele tem ministrado muito ao meu coração!
Tanto no silêncio das ruas desse condomínio, de um povo educado demais para gargalhar, quanto nos rumores dos furacões que estão por vir...
Estou anotando tudinho o que Ele tem me dito, e sei que isso tudo faz parte do plano do Senhor para mim, desde que decidi romper com meus limites, e deixá-LO agir em minha vida.
Quando entreguei o controle total de minha vida à Ele, querendo fazer a Sua vontade, TUDO mudou, e tenho vivido de fé em fé, o sobrenatural dEle para mim.... desde o meu visto, a m inha entrada neste país, o pessoal da imigração, e o dia-a-dia aqui na Flórida....
Deus é fiel e SOBERANO, aleluias!
'Mas o homem nobre faz planos nobres e graças aos seus feitos nobres permanece firme' (Is 32.8)
Quando damos um passo de cada vez, como diz meu amado pastor, estabelecemos planos definidos, e isso, muito mais do que mero desejo de fazer algo, é a semente de uma mudança positiva, através de atitudes centradas, direcionadas pelo Senhor... e isso envolve pensamento, propósito e esforço.
Isaías contrastou as artimanhas do homem sem caráter, que 'inventa planos maldosos', com o homem generoso que faz 'planos nobres' (v. 7 e 8).
Como seguidores de Jesus Cristo devemos ser generosos.
"Senhor, ajuda-me a fazer cada vez mais planos nobres que honram a Deus com a minha visão e atitudes generosas.Amém!"
Durmam bem.