13 de fev de 2010

Virou deserto?

Relembrei esta palavra que o Senhor me deu e gostaria de compartilhá-la.

Foi uma meditação em Cantares 2:1: “Eu sou a Rosa de Sarom e o lírio dos vales”.
Segundo o Dicionário da Bíblia, Sarom era o nome do território compreendido entre Jope e o Carmelo na costa do mediterrâneo, e que penetra até as montanhas de Samaria.
Era uma região fértil conforme relato em Isaias 35:2, (Abundantemente florescerá... a excelência do Carmelo e Sarom), porém foi convertida em deserto quando devastada pelos inimigos, conforme relatado em Isaias 33:9 (A terra geme pranteia...Sarom se tornou como um deserto).
É nessa terra desértica e devastada pelo inimigo que florescia a linda e perfumada rosa de Sarom.
Então, o Espírito Santo falou comigo:

Nossa vida deveria ser em todos os seus aspectos, um território verdejante e de maravilhosas pastagens, todavia muitas vezes deixamos brecha, não fazemos a devida proteção dele e então o inimigo, que veio para destruir, faz a sua maligna obra, e transforma aquele paraíso num deserto.
Assim pode acontecer, com o relacionamento com o cônjuge, com os filhos, com a empresa ou o emprego e com o ministério.
Fomos chamados para ter vida abundante, mas de repente tudo vira um deserto seco e sem água.
Quantos crentes reconhecem que suas vidas, no aspecto material, ou no espiritual, ou quase sempre em ambos uma vez que um abismo atrai outro, transformaram-se em um grande deserto, e nem sabem como ele veio a se formar.
Quando olham, de um momento para o outro o vale fértil virou deserto.
Mas, para o meu consolo, o meu Senhor falou ao meu coração, que é exatamente no deserto em que aquela terra magnífica se transformou, que foram criadas as condições propícias para que germinasse e crescesse a mais bela e perfumada flor, que é a rosa de Sarom.
Esta linda flor, nasce num dos solos mais pobres que pode existir, a areia.
Assim é a nossa vida.
O diabo mente ao falar que quando erramos e a nossa vida veio a se transformar em um tenebroso deserto, tudo acabou.
Mentira!
Ele é o pai da mentira, pois é exatamente nesse deserto que estão as mais propícias condições para germinar, nascer e crescer a Verdadeira Rosa de Sarom, com sua beleza e perfume.
Sim, no solo mais pobre e destruído é que veremos surgir a beleza e o perfume do Senhor Jesus. Ele nasce exuberante ali, independente do solo pobre do nosso coração.
As condições são propícias, pois solo rico não é o melhor lugar para tal rosa.
Faltam-lhe nutrientes.
Para conforto nosso, se tudo estiver destruído, ou se reconhecermos que o solo de alguma área de nossa vida tornou-se desértico e pobre, deixemos o Senhor Jesus florescer nele.
Ele vai dar beleza e perfume ao lugar, e enquanto nos deliciamos em contemplar a Sua beleza e em sentir o Seu perfume, Ele vai transformar nosso deserto em terra fértil novamente.
Amém??
Beijo no coração.