26 de set de 2008

Filho do Reino?

Nessa madrugada li Marcos 8:22-26: Jesus cura um cego cuspindo-lhe nos olhos, na aldeia de Betsaida.
Jesus sempre teve uma forma peculiar e até muitas vezes extravagante para realizar os seus intentos. Ele quebrou com muitos dos preceitos religiosos e cerimoniais na sua época.
Mas os cristãos continuam ainda hoje com muitos paradigmas, rituais, tradições e idéias preconcebidas sobre a maneira como Deus pode e tem que agir. E isso muitas vezes, impede e até bloqueia, a manifestação real do poder de Deus. Tantas vezes alguns líderes religiosos tentam limitar Deus ou então encaixar os cristãos num padrão ritualista e denominacional. Quantas vezes esforçamo-nos por erigir aquilo que Jesus desmantelou há mais de dois mil anos.
A síndrome do gueto fechado da “aldeia da roupa branca”.
A mentalidade de que, os cristãos são melhores do que os não-cristãos. Ou então o conceito errado que, Deus ama mais uns que outros, etc.…
Duas coisas chamaram minha atenção aqui.

Primeiro: Jesus prestou atenção a um só homem. E cego. Deu a ele do Seu tempo. Levou-o para fora daquela aldeia. Movimentou-o. Conduziu-o para além do que aparentemente lhe tirava a visão: a aldeia, a causa provável da sua cegueira. O seu discernimento estava amarrado. Interessante que, depois de curá-lo, Jesus disse ao cego para não retornar à aldeia.
Mas isso é papo para outro post, rs.
O que é certo é que nascemos todos espiritualmente cegos e Deus deseja dar-nos visão espiritual. Deus quer curar a nossa vil e obstinada cegueira.

Segundo e o motivo desse post hoje: Existem pessoas que são filhos de uma estrutura: se importam com a parede, com painéis, cadeiras... isso é importante, mas não fundamental.... se tirar um banco e trocar por poltrona, elas reclamam, porque gostavam mais daquele banco, rs..... para elas, as coisas tem mais valor que as vidas...
Mas quando você é do Reino, as vidas passam ter mais valor do que as coisas.
Após Jesus ‘untar’ os olhos do cego com cuspe e lama, mandou-o ir ao poço lavá-los, e quando o rapaz voltou ele disse que estava vendo gente como árvore, e Jesus viu que ele tava vendo errado, e impôs novamente as mãos sobre ele e ele viu direito.
Sabe??
O que Jesus quer que a gente veja é coisa como coisa e gente como gente.!!
Não podemos confundir coisas com pessoas, ou pessoas com coisas.
Por isso precisamos a cura na visão.
Muito mais que termos uma cura nas vistas, nos olhos, eu e você precisamos ter uma cura na visão. Não podemos ter deficiência na visão!
Deus quer que a gente tenha uma visão muito, mas muitttooo ampliada!!
Jesus não quer ninguém andando com Ele com visão distorcida!
O foco da visão tem que estar correto.
E lendo essa passagem nessa madrugada, me perguntei e agora pergunto a você:
'Qual o valor que você está dando as pessoas que estão ao seu lado? Quanto vale cada uma delas?'
Quando Jesus curou, Ele deu àquele homem a possibilidade de ter uma visão diferente.
Às vezes temos uma visão das coisas, e somos filhos de uma estrutura.
Mas o Reino de Deus esta além das estruturas, além da religião, além das paredes da igreja.
Jesus andava com o povo, ministrava ao povo, curando, sarando, e dando alternativas de vida ao povo e anunciando que é chegado o Reino de Deus.
Quando o Reino chega as coisas tem um peso mtoooooooo menor do que o das pessoas.
O Reino de Deus é para valorizar as pessoas muito mais que as coisas.
Nossa visão tem que estar focada em vidas.
Jesus não veio morrer pelo templo, nem por pedras, mas por vidas.
Jesus chorou pelas pessoas, pelas vidas. Não pela Jerusalém física.
E é por essas vidas que temos que chorar, pagar preço.
Tem pessoas que são marcadas pela estrutura: os filhos de Roma são marcados pela estrutura.
Mas nós temos que ser marcados por Jesus, termos o SELO do Espírito Santo bem visível, pra que todos vejam, 'estampado na cara', independente das circunstâncias!!
Nesta sexta feira, deixo pra você a seguinte pergunta, e que ela fique "martelando" em sua mente, enquanto há tempo:
De quem você é filho?
Você é filho da estrutura ou do Reino?

Deus te abençoe

3 Comments:

Sandra said...

Linda e profunda reflexão filha ... o que mais me chamou atenção foram estas palavras :

"O Reino de Deus é para valorizar as pessoas muito mais que as coisas.
Nossa visão tem que estar focada em vidas.
Jesus não veio morrer pelo templo, nem por pedras, mas por vidas.
Jesus chorou pelas pessoas, pelas vidas. Não pela Jerusalém física.
E é por essas vidas que temos que chorar, pagar preço." ALELUIASSSS

PERMANEÇA FIRME NESSA VISÃO DE ALMAS, POIS SOMENTE ASSIM PODEREMOS ABALAR CIdaDES E FORTALEZAS NO NOME PODEROSO DE JESUS CRISTO !!!Bjss te amo muuito

osátiro said...

Rezemos pelos católicos perseguidos no Paquistão.

Notícias de:
"Zenit O Mundo Visto de Roma":

Paquistão: cristãos vivem atemorizados e em constante ameaça [2008-09-01]



Papa a bispos do Paquistão: colocai Eucaristia no centro [2008-06-19]

Ser cristão no Paquistão «é muito difícil», diz arcebispo [2008-06-18]
Bispos paquistaneses se encontram em Roma para a visita «Ad limina»

Quarto trabalhadores da Cáritas Paquistão gravemente feridos em atentado [2008-03-11]
O cardeal Maradiaga, presidente da Cáritas, expressou sua «profunda tristeza»



Paquistão: «a comunidade cristã sente-se muito insegura e ameaçada» [2007-12-13]


Aumenta fundamentalismo islâmico no Paquistão [2007-11-15]
As minorias religiosas sofrerão ulteriores violências, denuncia Fides

Cristãos no Paquistão: vítimas de discriminação e perseguição religiosa [2007-08-21]

Marlene Maravilha said...

"Nao podemos ter deficiencia na visao! Selo do Espírito! Nossa visao tem que estar focada em vidas!"
Quanta coisa edificante querida!
Continua dando vazao ao Espírito Santo de Deus na tua vida!!!
beijos e fica com Ele!!
Um lindo final de semana!